aguas 2

Olá

Abaixo segue texto que recebi do site Urro do Leão sobre o Reino de Deus…Pretendo acompanhar estes artigos e postá-los aqui neste espaço, desta forma na medida do possível estarei colocando os texto aqui e se vc puder não deixe de acompanhar…

Buscai em primeiro lugar o ReinoBrandon Vallorani

Em Mateus 6:33, recebemos do Senhor Jesus Cristo uma missão simples, porém profunda para a nossa vida como indivíduos: Buscai em primeiro lugar o reino de Deus, e sua justiça, e todas essas coisas vos serão acrescentadas.
Os cristãos não deveriam ficar perambulando sem objetivo no planeta Terra, pois Jesus nos disse de maneira muito clara o que deveríamos estar fazendo com as nossas vidas. Gary DeMar nos diz o porquê isso é tão importante ao declarar o seguinte, Quando Jesus nos diz para buscarmos em primeiro lugar o Seu reino e a Sua justiça (Mt. 6:33), Ele nos lembra que cada empreendimento terreno deveria ser considerado uma atividade do reino, quer na família, igreja, negócio ou política. Somos embaixadores de Deus, representando o nosso Rei em Seu reino (2Co. 5:20)1
Devemos buscar em primeiro lugar o Reino de Deus e a Sua Justiça, e Ele nos fornecerá o restante. O problema surge quando, como acontece com inúmeros cristãos modernos, confundimos a natureza e o tempo do Reino. Como buscaremos o que não entendemos? Quando virá esse Reino? Onde está esse Reino? O que é o Reino? Nos próximos artigos tentarei dar uma análise geral do que a Bíblia realmente diz sobre o Reino. Encorajo você a deixar suas noções pré-concebidas de lado e olhar para a Escritura com uma mente nova e aberta. É minha esperança e oração que entenderemos verdadeiramente o Reino de Deus, de forma que possamos buscá-lo em primeiro lugar, como o principal objetivo do nosso viver diário. Nesse artigo considerarei o tempo do Reino.

Quando virá o Reino?

Os especialistas em profecia dos nossos dias alegam que o Reino é uma realidade futura, precedida por uma tribulação de sete anos e inaugurada pelo retorno físico e corporal de Cristo. Proponho que há apenas um Reino de Deus e que ele está aqui e agora. Comecemos com o Antigo Testamento para fundamentar o meu caso.

No livro de Daniel, temos uma figura vívida do tempo, poder e escopo do Reino de Cristo. Daniel 2 nos fala sobre o sonho que o Rei Nabucodonosor teve da grande imagem feita de ouro, prata, bronze, ferro e barro. Daniel interpreta a imagem como representando quatro reinos que governariam sobre a Terra: Babilônia, Medo-Pérsia, Grécia e Roma. Incidentalmente, essa passagem não ensina que haverá um segundo ou “revivido” império Romano no futuro.

A pedra que esmaga a imagem nos versículos 34-35 representa o Reino de Cristo. Em Dn. 2:44, Daniel declara que nos dias do quarto reino (Roma), “o Deus do céu levantará um reino que não será jamais destruído; e este reino não passará a outro povo; esmiuçará e consumirá todos esses reinos, mas ele mesmo subsistirá para sempre”. Centenas de anos após Daniel fazer essa profecia impressionante, João o Batista aparece em cena durante o império Romano e chama o povo, dizendo: “Arrependei-vos, porque é chegado o reino dos céus” (Mt. 3:2). Sem dúvida, Jesus também ensinou que Seu reino estava para ser inaugurado. Em Mateus 4:17, Jesus também declara: “Arrependei-vos, porque é chegado o reino dos céus”. Em Mateus 12:28, Jesus afirma: “Mas, se eu expulso os demônios pelo Espírito de Deus, logo é chegado a vós o reino de Deus”.

Quando Cristo ascendeu à mão direita do Pai, ele subiu formalmente ao trono do Seu Reino (atos 2:33-36; Hebreus 1). Desde aquele tempo, Jesus tem estado reinando sobre o seu Reino. Primeira aos Coríntios 15:25-26 declara: “Porque convém que reine até que haja posto a todos os inimigos debaixo de seus pés. Ora, o último inimigo que há de ser aniquilado é a morte”. Jesus, nosso Rei vitorioso, está no processo de conquistar os Seus inimigos sobre a Terra.

Observe o que Jesus diz sobre a expansão do Seu Reino em Mateus 13:31-33: “O reino dos céus é semelhante ao grão de mostarda que o homem, pegando nele, semeou no seu campo; o qual é, realmente, a menor de todas as sementes; mas, crescendo, é a maior das plantas, e faz-se uma árvore, de sorte que vêm as aves do céu, e se aninham nos seus ramos. Outra parábola lhes disse: O reino dos céus é semelhante ao fermento, que uma mulher toma e introduz em três medidas de farinha, até que tudo esteja levedado”. O profeta Isaías declarou, “do aumento deste principado e da paz não haverá fim, sobre o trono de Davi e no seu reino…” (Isaías 9:7).

Temos visto o que a Bíblia nos ensina claramente sobre o tempo do Reino. O Reino de Deus está aqui e está crescendo! No próximo artigo consideraremos a natureza do Reino.

Abraços

Deus abençoe

E que venha o Reino!!!!