A única vontade de Jesus expressa em oração, ainda não aconteceu…Se for à vontade Dele, então eu qro fazer a minha parte: Unidade – João 17…

Estou lendo, buscando, estudando e refletindo muito sobre este assunto…

È a única maneira do mundo saber que somos de Cristo e este é com certeza o propósito de Deu, então eu ,  igreja , devo atender ao que Deus quer e não as minhas vontades…

Tenho tido a alegria de ter acesso à materias incríveis sobre este assunto e resumidamente vou compartilhar em alguns textos; acredito que seja algo valioso para ler, caso o seu coração tb esteja em entender e buscar atender a vontade de Deus.

Unidade                                                                                                                            Achei que este era um assunto que alguns começaram a falar de uns anos para cá, engano meu, fiquei sabendo que no ano de 1975 em Roma um Padre realizava um evento em um estádio e convidava um pastor para pregar, nesta ocasião o tal pastor chamou um dos Padres de Roma e lavou os pés dele em sinal de reconciliação devido a Reforma ( Lutero) que trouxe varias revelações importante para cristianismo, porem com ela tb veio a separação que carregamos como herança até hoje.

Unidade não se trata de algo que podemos produzir por nós msm, pois ela tem caráter de natureza divino e não poder ser produzida por homens, só Deus pode produzir ; ela é resultado de comunhão (comunhão é diferente de unidade), e a comunhão só acontece qdo praticamos a vontade de Deus, assim a pratica da vontade de Deus ( que deseja q jamos um) gera comunhão, e na comunhão Deus produz unidade. Concluo com isso que o problema está em mim ( nós) que não queremos a vontade de Deus, mas  a nossa.

A Volta de Jesus – o maior acontecimento da historia – aguarda  e clama pela unidade da igreja. Jesus ensinou que a reconciliação entre irmãos precede e valida a oferta a Deus ( Mat 5:23-24

È necessário que aconteça a comunhão que Malaquias profetizou em Ml 4:4-6:   “ conversão do coração doa pais aos filhos e dos filhos aos pais” ( física e espiritualmente falando)

Precisamos de uma geração curada, e nós temos a responsabilidade de fazer diferente e deixar um legado para novas gerações, nosso Deus é Deus de gerações, Deus de Abraão, Isaque e Jacó.

Com os corações convertidos uns aos outros, poderemos somar as conquistas das revelações e transmiti-las sadiamente de uma geração para outra sem o vírus da separação…Em Jô 17 Jesus está pedido por gerações, Ele orou por mim e por vc, para que fossemos um, será que entendemos quão serio é isso?!!!!

A quem diga e ouse dizer, e eu acho que concordo que: “a razão, ou uma das razões, da igreja existir é de manifestar a comunhão da Trindade entre os homens ( Rom 8 – manifestação dos filhos de Deus).

Trabalhar, a favor da unidade alicerçada na comunhão é própria da natureza de Deus e qdo isso prevalece quem ganha é o Senhor. Puxa, o próprio Deus poderia fazer tudo isso rapidamente e sozinho, mas Ele preferiu contar com a gente, e nós achamos que podemos viver separado uns dos outros, separado daquele que msm sangue que salva, salva o outro o qual eu quero viver separado…Entende?

Agora quem ousa dizer sou eu:  separação / divisão faz eu NEGAR o SANGUE e qdo falo de separação, não falo de estar fisicamente juntos, falo de termos corações ligados uns aos outros, independente de diferenças, em prol de algo que maior: Desejo de Deus para nossa nação/mundo…Isto é unidade de fé que é mencionado em Efesios, se nosso coração é dividido, então nem da CEIA deveríamos participar, pq se tem uma coisa de que a ceia fala e dá testemunho é que sangue de Jesus nos salva, portanto nos uni e nos torna um com Ele e entre nós!

Que sejamos um…para que mundo saiba…

Tem mais, porem hoje fico por aqui…

OBS.: Txs serão publicados no blog www.peloreino.wordpress.com  e tb enviando aos meu amigos, pois não posso deixar de compartilhar aquilo que tenho ouvido e visto!

 Fontes: Revista Impacto/Jornal GrupoNews /Livros e minhas reflões

Deus abençoe a todos

Fe Rossi / Pelo Reino